i


...

- - -
- - -- -
- - - - - - -- - - - - EXEMPLAR..- -- - - -- -..B & B - -- - - - - - UM OUTRO BACH? - -- - TRUTAS

7 - Joan Sutherland (II)

Novembro/7

aniversário do nascimento de
Joan Sutherland
.
.
aria "O Dieu! que de bijoux"
da ópera "Fausto", de Charles Gounod

.
.
Joan Sutherland nasceu em Sydney, Austrália a 7 de Novembro de 1926.
É considerada uma das melhores cantoras do seu tempo, uma soprano que se especializou no repertório de bel canto, com uma voz encantadora, um excelente registo e uma fantástica presença em palco. Os críticos italianos chamaram-lhe “La Stupenda”. Órfã de pai quando tinha apenas seis anos, a mãe era uma mezzo-soprano aposentada, com quem Joan Sutherland diz ter aprendido bastante em casa, quando costumavam cantar juntas e ouvir gravações. Enquanto trabalhava como secretária, Sutherland começou a estudar canto seriamente por volta dos 18 anos. Curiosamente, nunca frequentou um conservatório.
Em 1951 ganha a mais importante competição de canto da Austrália e, com o dinheiro do prémio, viaja para Londres a fim de estudar na Escola de Ópera do Royal College of Music.
No dia 16 de Julho de 1952, faz a sua estreia europeia no Parry Theatre, acolhendo boas críticas, o que lhe abre as portas da célebre Royal Opera House, Covent Garden, de Londres. A partir daí, Sutherland correu mundo, interpretando uma enorme quantidade de personagens. Só o papel de Lucia, da ópera Lucia de Lamermoor, de Donizetti, foi interpretado mais de duzentas vezes, ao longo de trinta anos.
Vive actualmente na Suiça, com o seu marido, Richard Bonynge.
.

*