i


...

- - -
- - -- -
- - - - - - -- - - - - EXEMPLAR..- -- - - -- -..B & B - -- - - - - - UM OUTRO BACH? - -- - TRUTAS

21 - Wolf-Ferrari

Janeiro/21

aniversário da morte de
Ermanno Wolf-Ferrari
(1876-1948)
.
.
.
Ermanno Wolf-Ferrari nasceu em Veneza, no dia 12 de Janeiro de 1876, filho de mãe italiana e pai alemão.
.
Ainda que tenha estudado piano desde a mais tenra idade, a música não foi a principal paixão da sua juventude. O que ele mesmo queria era ser pintor como o seu pai. Estudou intensamente em Veneza e até viajou para o exterior, para estudar em Munique. Foi aí que Wolf-Ferrari começou a considerar a música seriamente.
Matriculou-se no conservatório e estudou contraponto e composição. As fortuitas classes de música do início, com o tempo, eclipsaram completamente os estudos de arte e a música tomou conta da vida de Wolf-Ferrari.
Com 19 anos de idade deixou o conservatório e voltou para a casa da família em Veneza. Ali, trabalhou como maestro de coro, casou-se, teve um filho e conheceu Boito e o grande Verdi.
Alguns anos mais tarde, Wolf-Ferrari estreou a sua primeira ópera, La Cenerentola, com base na história da Cinderela.
Na Itália, a ópera foi um fracasso e compositor, humilhado, voltou para Munique. A audiência alemã provaria ser mais receptiva ao seu trabalho. Uma versão revista de La Cenerantola foi um sucesso em Brennan e ao mesmo tempo, o jovem compositor tornava-se internacionalmente famoso com a maravilhosa cantata La Vita Nuova.
Até ao início da Primeira Guerra Mundial, as óperas de Wolf-Ferrari eram as mais executadas no mundo. Entre elas encontra-se Sly, uma ópera sobre um bobo, que se transforma num conto de tortura emocional e suicídio.
Wolf-Ferrari morreu em Veneza, em 1948, alguns dias depois de seu septuagésimo segundo aniversário.
.
Wolf-Ferrari, ópera “Sly” - 2º acto – Tenor: Placido Domingo
....
.

*