i


...

- - -
- - -- -
- - - - - - -- - - - - EXEMPLAR..- -- - - -- -..B & B - -- - - - - - UM OUTRO BACH? - -- - TRUTAS

1 - Antonin Dvořac

Maio/1

aniversário da morte de
Antonin Dvořac
(1841-1904)

Mazurka para Violino e Orquestra, Op.49
Orquestra Filarmónica Checa / Maestro Jiri Belohlavek
Violinista Vaclav Hudecek
.
.
.
Antonin Leopold Dvořac é o nome mais representativo da música checa. Nasceu a 8 de Setembro de 1841 e morreu a 1 de Maio de 1904. Foi instrumentista, director de orquestra e, acima de tudo, um notável compositor. Começou por ser violetista de orquestra e depois organista. Mas já nessa época compunha importantes Stabat Mater, obras sinfónicas, vocais e de câmara.
Em 1875 – tinha então 34 anos – foi-lhe atribuída pelo Estado uma renda, para se dedicar à música.

Depois das Danças Eslavas – uma das suas mais famosas obras, escrita nos anos em que atingia o apogeu – Dvorac percorreu ainda um caminho longo e musicalmente rico até compor a Sinfonia do Novo Mundo, o ex-libris da sua obra. Recebeu o título de Doutor Honoris Causa das Universidades de Cambridge, de Viena e de Praga e foi Director do Conservatório de Nova Iorque. As suas composições de Dvořák, de estilos muito próprios, têm grande riqueza melódica e colorido orquestral.

*