i


...

- - -
- - -- -
- - - - - - -- - - - - EXEMPLAR..- -- - - -- -..B & B - -- - - - - - UM OUTRO BACH? - -- - TRUTAS

11 - Hector Berlioz

Dezembro/11

aniversário do nascimento de
Louis-Hector Berlioz
(1803-1869)

.
.* O Corsário (Abertura)
. Orq. Halle / Sir John Barbirolli

.
.
.Berlioz, que viveu entre 1803 e 1869, é um dos mais vivos símbolos do artista romântico, com toda a grandeza que o romantismo implica nos homens da arte e da cultura do séc. XIX: génio assombrosamente original, vida cheia de contratempos, amores obsessivos e perniciosos, talento oscilando entre a obra genial e a incompreensão de quase todos.
Quis aprender música enquanto jovem – mas a família mandou-o estudar medicina. Só aos 22 anos conseguiu entrar no Conservatório, mas teve de concorrer 4 vezes ao Prémio de Roma para conseguir vencê-lo. Apaixonou-se perdidamente pela actriz irlandesa Harriet Smithson, mas só depois de seis anos de sofrimento casou com ela… e depois foram os dois infelizes.
Uma das principais obras de Hector Berlioz, A Morte de Cleópatra, foi a última das três tentativas falhadas para ganhar o Prémio de Roma. O juri recusou energicamente atribuir-lhe o prémio, para não mostrar apoio oficial a um jovem que revelava “tendências tão perigosas…”
Quase tudo foram adversidades. Mas nem tudo: Paganini reconheceu-o como dono de invulgar talento e Liszt dedicou-lhe admiração, para além de amizade e auxílio. E deixou obras de grande importância, como "Os Troianos", "O Corsário" ou “A Danação de Fausto”, cantata cénica baseada na obra de Goethe.
.

*