i


...

- - -
- - -- -
- - - - - - -- - - - - EXEMPLAR..- -- - - -- -..B & B - -- - - - - - UM OUTRO BACH? - -- - TRUTAS

A.Bocelli; Isaac Stern

22.Set.2007
Andrea Bocelli
CIELO E MAR (La Gioconda, A. Ponchielli)
O SOAVE FANCIULA (La Bohème, G. Puccini)
Cielo e MarO Soave Fanciula
.
.

Isaac Stern
CONCERTO VIOLINO E ORQUESTRA
(Op.35, em Ré M.,Tchaikovsky)
1º Andamento (extr.)3º Andamento (finale)

.
.
.
.
.

Começou o Outono, estação paradoxal para os artistas, época de inspiração e melancolia. Talvez por isso – ou também por isso – o Pretérito Mais-Que-Perfeito evoca nesta sua edição semanal um nascimento e uma morte – certo que se trata de duas grandes almas de músicos: O tenor Andrea Bocelli e o violinista Isaac Stern.

Andrea Bocelli — que nasceu em 22.Set.1958 e completa hoje 49 anos, portanto – é um dos tenores vivos que goza de maior popularidade, sobretudo porque tem sido eclético na escolha de um repertório que vai da ópera à música ligeira e “pop”. Gravou La Bohème, O Trovador, Werther e Tosca, mas também concorreu mais de uma vez – e ganhou – o Festival de San Remo, como igualmente tem participado em concertos destinados a auditórios vastos, sobretudo com fins beneficentes.
Bocelli nasceu com glaucoma congénito e ficou completamente cego quando tinha doze anos por causa de uma pancada que sofreu na cabeça quando jogava futebol. Nesse mesmo ano, tinha ganho o prémio Margheritta d’Oro e a cegueira não o fez desfalecer. Formou-se em Direito, trabalhou como advogado e continuou sempre a dedicar-se à música. Frequentou master classes com o tenor Franco Corelli e facilmente revelou os seus extraordinários dotes vocais na ópera.

Andrea Bocelli — que acabámos de ouvir cantar a aria "Cielo e Mar" da ópera de Ponchieli "La Gioconda" – tem hoje um mediatismo incomparável, principalmente graças à atenção que as televisões de todo mundo dão (muito justamente, de resto) à sua dedicação a causas de beneficência e à disponibilidade para aparecer em palco ao lado de toda a espécie de artistas, com todos emparceirando de igual para igual.
Em 1992 o ídolo de rock italiano Zucchero ensaiou a voz de Bocelli para fazer um duo com ele na canção “Miserere”. A gravação acabou por ser feita com Pavarotti. Mas quando ouviu as gravações de teste, o próprio Pavarotti entendeu que a voz de Andrea Bocelli era mais adequada para a interpretação…

Passa hoje, também, o aniversário da morte do violinista Isaac Stern, violinista americano por naturalização (nasceu na Bielorrússia), falecido a 22.Set.2001. Ficou na História da Música como um dos maiores violinistas do séc. XX e de sempre.
Virtuoso deslumbrante, trabalhador incansável da arte do violino, Isaac Stern emprestou a sua técnica e sensibilidade musical incomparáveis a quase todos os grandes compositores da grande música. Gravou ao todo, mais de cem discos.
Mas além de extraordinário violinista, Isaac Stern foi também um cidadão de elevado sentido humanista: Ficou célebre a sua recusa de tocar com o maestro Herbert von Karajan, em virtude da simpatia nazi do célebre regente da Filarmónica de Berlim, um maestro com quem qualquer músico pagaria para tocar.

"Cielo e Mar" da ópera de Ponchieli "La Gioconda"
“O Soave Fanciula”, da ópera “La Bohème”, de G. Puccini
Isaac Stern – Concerto para Violino e Orquestra, em Ré M., op.35, de Tchaikovsky

.
.
_______________________

*