i


...

- - -
- - -- -
- - - - - - -- - - - - EXEMPLAR..- -- - - -- -..B & B - -- - - - - - UM OUTRO BACH? - -- - TRUTAS

Verdi - O Trovador

13.Mar.2007
VEDI LE FOSCHE NOTTURNE
(IL TROVATORE)

Giuseppe Verdi
(1813-1901)
.
MÚSICA (3min50)
.
.
Falamos de um génio, um homem exemplar. Filho de um taberneiro na Itália aristocrática; que não deixaram entrar na escola, apesar do seu enorme talento; que aos 27 anos perdeu de repente a mulher e os filhos e decidiu deixar a música.
Celebramos hoje Giuseppe Verdi, compositor e patriota muito querido dos italianos, que teve uma vida cheia de sucessos, mas também recheada de dissabores.
Logo aos 18 anos, foi impedido de ingressar no Conservatório de Milão – não por falta de talento, mas por excesso de idade. Teve de regressar à sua pequena cidade e trabalhar como mestre de capela e maestro de banda – mas receberam-no com inveja e hostilidade… e voltou para Milão.
Em 1840, quando tinha 27 anos, perdeu de seguida os dois filhos e a jovem esposa, ao mesmo tempo que a sua segunda ópera era um fracasso. Prometeu que nunca mais comporia – e só o Director do Teatro Alla Scala o conseguiu demover.
E em boa hora: Verdi compôs então a ópera Nabuco. A ária Va pensiero su ali dorate (que já aqui passámos) foi considerada um símbolo nacional pelos italianos, que estavam sob repressão de austríacos e franceses e, por isso, se reviam no famoso Coro dos Escravos.
Depois disso, Verdi construíu um fabuloso património musical, sobretudo no domínio da ópera.
O Trovador, Rigoletto, Aida, La Traviata, Otello, Falstaff, Ernani, Don Carlos, Um Baile de Máscaras… são apenas exemplos.
.
*Orquestra do Teatro Alla Scala / Maestro Cleudio Abbado
.
.

*