i


...

- - -
- - -- -
- - - - - - -- - - - - EXEMPLAR..- -- - - -- -..B & B - -- - - - - - UM OUTRO BACH? - -- - TRUTAS

Isaac Albéniz

.
Maio/18
aniversário da morte de
Isaac Albéniz
(1860-1909)
.
.
.
O Pretérito Mais Que Perfeito presta, neste dia 18 de Maio, homenagem a um dos maiores nomes da música espanhola: Isaac Albéniz, falecido precisamente a 18 de Maio de 1909.
Albéniz, natural de Gerona, levou por toda a Europa e pelas Américas a classe da sua música e o prestígio do seu país. E foi à sua Espanha que dedicou a mais célebre das suas obras, a Suite Espanhola.
Cantou e deu a cantar Castela, as Astúrias, Aragão, Sevilha, Granada, etc., a muitos grandes músicos de todo o mundo.
Como, por exemplo, ao seu compatriota Andres Segovia, mestre da guitarra espanhola, unanimemente considerado o maior guitarrista clássico de sempre.

[Ver a 29.Maio, aniversario de nascimento de Albeniz]
.
Isaac Albéniz, por Andres Segovia
Asturias, Suite Espanhola

Gustav Mahler

.
Maio/18

aniversário da morte de
Gustav Mahler
(1860-1911)
.
.
.
Tal como Schubert, Gustav Mahler só de pois da morte foi verdadeiramente reconhecido como compositor de excepção.
Ao contrário de Schubert, porém, Mahler gozou de grande celebridade enquanto vivo – mas na sua faceta de maestro, especialmente no Metropolitan de Nova Iorque e na òpera Imperial de Viena, onde procurou refinar e unificar o canto, a orquestra e a encenação, para obter grandiosas representações dramáticas..

Apesar de um intenso e agitado calendário como intérprete, Mahler teve tempo para criar nove sinfonias, todas de expressão muito forte.
“O meu tempo há-de chegar”, disse ele um dia a propósito da sua música – que, com efeito, é actuamente indispensável no repertório de todas as grandes orquestras.
.
.
Sinfonia nº 1 – Titã ----------------------------------------------- Sinfonia nº 5, 1º andamento
Wiener Philharmoniker / L. Bernstein ----------------------------------------- Claudio Abbado
--------

Paul Dukas

Maio/17

aniversário do nascimento de
Paul Dukas
.
.
MÚSICA (4min05)
.* excerto do poema sinfónico “O Aprendiz de Feiticeiro”
Orquestra do Conservatório de Paris
Maestro Ernest Ansermet
.
.
.

O dia 17 de Maio assinala o aniversário da morte de Paul Dukas, compositor francês que viveu entre 1865 e 1935. Morreu em Paris, faz hoje 72 anos.
Compositor de música clássica do modernismo, Paul Dukas foi também conceituado professor de composição e crítico musical muito conceituado. Era um perfeccionista extremo – e foi-o principalmente consigo próprio, a ponto de em 1920 ter destruído parte da obra musical que tinha produzido
A obra mais conhecida de Dukas é "O Aprendiz de Feiticeiro", baseada num conto de Goethe.
A peça tornou-se popular em todo o mundo com a sua utilização no filme de banda desenhada “Fantasia”, de Walt Disney, em que o simpático rato Mickey desempenha o papel do protagonista aprendiz de feiticeiro.
.
-------

Claudio Monteverdi

.
Maio/15
aniversário do nascimento de
Claudio Monteverdi
(1567-1643)
Abertura e Final da Ópera "L'Orfeo"

La Capella Real de Catalunya
direcção de Jordi Savall
.
.
.
Claudio Monteverdi, que nasceu na cidade italiana de Cremona, viveu entre 1567 e 1643.
Fez estudos musicais na sua cidade natal e foi depois, entre 1590 e 1612, violinista, organista e depois maestro da corte de Mântua. Em 1613 foi nomeado regente do coro da Basílica de São Marcos em Veneza. Depois da morte de sua mulher, ordenou-se padre, em 1632.
Foi contemporâneo da música polifónica (em que predominava o nome de Palestrina) e da ainda embrionária ópera florentina.

Mas o ponto de partida de Monteverdi foi o madrigal renascentista. Entre 1587 e 1638 publicou oito colecções de madrigais e deu o passo decisivo da polifonia para o canto instrumental. A sua ópera Orfeo (de 1607), foi um feito pioneiro: a primeira ópera que ainda hoje pode ser ouvida com interesse mais que histórico, e a primeira obra de música com ampla participação orquestral, sobretudo de instrumentos de cordas.

Jacqueline du Pré

Maio/14
estreia, no Carnegie Hall, de
Jacqueline du Pré
(1945-1987)
GRAVAÇÃO ORIGINAL
Carnegie Hall, 14.Mai.1965

Adagio do Concerto para violoncelo, Op. 85
de Edward Elgar
.
.
.
Tinha apenas 20 anos quando subiu ao palco do Carnegie Hall, a menina prodígio que fez o mundo reviver o mito da lendária violoncelista portuguesa Guilhermina Suggia. E a marca do génio tinha-se afirmado precisamente quando, com apenas 11 anos, Jacqueline, uma menina nascida em Oxford, ganhou o prestigiado Prémio Suggia, por princípio aberto a concorrentes maiores de 21. Singular, esta criança que, habituada a ouvir a mãe tocar piano, quando tinha 4 anos pediu um violoncelo e começou a tocar. Aos 6 anos entrou na escola de violoncelo de Londres e aos 10 anos foi admitida na Guildhall, que em 1960 lhe atribuiu a medalha de ouro.
No ano seguinte recebeu uma oferta curiosa: um anónimo doou-lhe um violoncelo Stradivarius de 1672, avaliado em cerca de 3 milhões de dólares. Tinha apenas 15 anos. A intensidade e o virtuosismo com que tocava atraíram a atenção da Europa e da América, onde encheu as maiores salas de concerto e provocou a apaixonada admiração dos públicos mais exigentes. Entre os músicos, Jacqueline du Pré foi imediatamente respeitada e reconhecida. Em 1966 viajou para Moscovo, para estudar com Rostropovich. No ano seguinte casou com o pianista e maestro Daniel Barenboim.
Em 1971, com a carreira no auge, começou a sentir dificuldades no movimento das mãos. Foi-lhe diagnosticada esclerose múltipla. Aos 26 anos teve de abandonar o violoncelo, pela força da doença que traria a morte precoce e injusta. Uma vida curta mas recheada de momentos geniais, como o da estreia, no Carnegie Hall, do concerto para violoncelo de Edward Elgar.

Arthur Sullivan

.
Maio/13
aniversário do nascimento de
Arthur Sullivan
(1842-1900)
"The Yeomen of the Guard"
.
.
.
Arthur Seymour Sullivan, que viria a ser Sir Arthur Sullivan, nasceu em Lambeth (que hoje faz parte de Londres) a 13.Mai.1842, filho de um professor de música e director de banda irlandês, que durante anos foi director da Royal Military Academy.
Em 1856 ganhou o Prémio Mendelssohn e ingressou na Royal Academy of Music. Depois frequentou o Conservatório de Leipzig, onde estudou direcção de orquestra e onde recebeu importante influência da música de Felix Mendelssohn.

Mais conhecido pela sua colaboração com o libretista William Gilbert, de que resultaram obras de muita popularidade na cena da ópera cómica, Sullivan compôs 23 óperas, mas destacou-se também pelas suas obras orquestrais e pelos seus hinos, bailados e obras de câmara e para piano. A qualidade da sua obra valeu-lhe o título de Cavaleiro de Sua Majestade e o reconhecimento póstumo de ser sepultado na Catedral de São Paulo e de ter um monumento em sua memória nos jardins do Victoria Embankment, em Londres.

Giulietta Simionato

Maio/12

aniversário do nascimento de
Giulietta Simionato
(12.Mai.1910)
Domenico Cimarosa - Gli Orazi e i Curiazi

mezzo-soprano Giulietta Simionato
Orquestra Sinfónica da RAI de Milão / maestro Carlo Maria Giulini

.
.
.
Em todo o século XX poucos artistas foram tão respeitados e estimados pelos auditórios, colegas e críticos como a mezzo-soprano Giulietta Simionato. Desde a consagração de carreira, em 1930, até que se retirou em 1966, foi uma das grandes vozes do palco da ópera. Durante mais de 3 décadas, o mundo inteiro dispensou-lhe os mais rasgados elogios, não só pela beleza da sua voz e a sua superlativa musicalidade, mas também pela graciosidade e afabilidade do seu carácter. Já neste século, conservou o seu enorme prestígio, como produtora e professora, com extraordinária vitalidade mesmo após os 90 anos de idade.

Exibindo um desempenho vocal e interpretativo ao nível do excelente, Giulietta Simionato impressionou pela qualidade e pelo à-vontade com que igualmente brilhava nos papéis dramáticos como na ópera cómica, em canto lírico e no mais pesado repertório. Manteve uma relação da maior cordialidade com as grandes “imperatrizes” do século, Maria Callas e Renata Tebaldi e foi aclamada em todos os grandes palcos da ópera mundial, incluindo o Scala, o Metropolitan, Covent Garden e o Tetaro Nacional de São Carlos, aonde veio em 1954.

*